O mercado condominial está em alta e crescendo de forma acelerada em todas as regiões do Brasil, o que vem gerando empregos e movimentando o setor de serviços através de toda cadeia de valor condominial.

Cada vez mais os novos empreendimentos estão sendo entregues com atrativos que tornam a gestão do síndico um verdadeiro desafio, em muitos casos sendo necessário a contratação de um profissional que o auxilie na gestão organizacional e operacional do condomínio. Falo do Gerente, Zelador ou Supervisor “dependendo da região do Brasil”.

Grandes estruturas exigem do supervisor condominial diferenciais competitivos peculiares a esta nobre função que sem dúvidas é de muita responsabilidade. Por isso resolvi escrever sobre qual caminho o supervisor de sucesso deve percorrer, para que seu trabalho seja extraordinário para a gestão do condomínio. E que possa ter o reconhecimento da Administração do condomínio, moradores, colaboradores e fornecedores.

Neste Artigo irei falar da bússola: Posicionar a bússola de forma que o norte, (a parte vermelha) do limbo (agulha) fique sobre o norte do disco da bussola” ou seja, direcionar supervisores, gerentes,
zeladores ao norte do conhecimento.

Conhecimento: O Supervisor Condominial deve buscar continuamente o conhecimento. Hoje os sites e redes sociais disponibilizam a todos de forma gratuita muito conteúdo e ferramentas que podem ser implementadas na gestão condominial. Participar de cursos e eventos ainda que as vezes tenha que pagar do próprio bolso, é muito importante para o crescimento profissional. O aprendizado enriquecerá a gestão e alavancará a carreira.

Habilidade: Praticar o que se aprende é de extrema importância. O Supervisor condominial é o profissional de confiança e como tal, precisa cumprir sua missão com proatividade, rapidez e segurança. Gestão de pessoas, gestão administrativa, segurança do trabalho, segurança patrimonial e manutenção, são alguns dos processos que o supervisor irá atuar. Por isso ser hábil é um dever.

Atitude: Ter atitude é fundamental na gestão condominial. A falta dela pode acarretar sérios problemas para todos os “síndicos, moradores e funcionários”.

Por este motivo o Supervisor condominial deve ser proativo e resiliente, buscando evitar
possíveis problemas e caso tenha, solucionar de forma rápida.

Autor:

Saulo Félix
Gestor Condominial – Palestrante e Fundador da FolhaCondominial

Acompanhe nossas redes sociais:

@condomeeting

@revistasoaquicondominios

Ver mais matérias condominiais: Veja o que encontramos nesse condomínio e se surpreenda 

E mais:  https://condomeeting.com.br/seguranca-e-o-manual-do-morador/

Nossos vídeos no canal condtv.com.br – https://www.youtube.com/watch?v=TiSRB0fHLgo&t=129s

E mais: https://condomeeting.com.br/impacto-da-norma-inspecao-em-edificios/

Também: https://condomeeting.com.br/o-que-faz-um-concierge-condominial/

Nova: https://condomeeting.com.br/o-que-mudou-na-rotina-dos-moradores-de-condominios/

Você sabia? https://condomeeting.com.br/destituicao-ou-inclusao/