O consumismo desenfreado aliado ao aumento da expectativa de vida contribui potencialmente para o aumento da produção de lixo. Segundo dados do IBGE (2018), a quantidade de lixo produzida por pessoa no Brasil é um problema. São aproximadamente 383 kg por ano ou 1,04kg por dia. Quase metade das 5570 cidades brasileiras não tem um plano integrado para o manejo do lixo. O Brasil produz 64 milhões de toneladas de lixo diariamente, sendo que 24 milhões são descartados de forma inadequada.

Os maus hábitos de consumo da sociedade produzem degradação ambiental. A indústria produz cada vez mais itens para atender a demanda da sociedade consumidora, o que implica em uma maior produção de embalagens, gasto de energia etc. Pequenas ações diárias podem impactar de maneira colossal na preservação do meio ambiente. As pessoas podem exercer cidadania de formas diferentes.

Mesmo com a normativa dos bombeiros de desobstruir rotas de fuga em condomínios, lugar onde seria mais confortável para o morador fazer seu descarte, enquanto síndicos / administradores, podemos adotar medidas de instrução aos funcionários, programar locais e lixeiras com identificação, fazer funcionar o sistema de resíduos sólidos que é recolhido mediante agendamento, informar os moradores referente aos dias de coleta seletiva, enfim, estimular cada pessoa de nosso condomínio a fazer o correto descarte de seus lixos.

Por falta de engajamento de políticas públicas, temos coleta seletiva todos os dias apenas no centro de Balneário Camboriú na parte da manhã. Infelizmente nos bairros próximos do centro, a coleta seletiva é um dia sim e outro não. Pela falta de espaço dentro das lixeiras, nossos zeladores são obrigados a descartarem resíduos recicláveis no sistema de coleta orgânica. Especialmente na temporada de verão, onde o número de pessoas é exorbitante gerando aumento significativo de resíduos. O ideal seria que a coleta seletiva passasse todos os dias em todos os bairros.

Precisamos nos preocupar em desmitificar a ideia de que os recursos naturais são infinitos. Se começarmos com pequenas ações dentro de casa, educaremos nossas crianças a adotarem um comportamento sustentável. Se consumirmos mais produtos orgânicos, além de diminuirmos a quantidade de lixo que demora muitos anos para se decompor, teremos uma vida mais saudável, viveremos mais e melhor. Acredito que podemos fazer a diferença.

Rosecler Machado

Síndica Profissional – CRA/SC 6-01638