Falar sobre a profissão de síndica é um desafio como tudo nessa função.  São 24 horas de plantão, de atenção, exercendo a capacidade de ouvir, analisar, selecionar e entregar um bom trabalho, pois são muitas as pessoas que dependem da sua gestão condominial. O síndico precisar estar presente ao lado dos funcionários do condomínio, conferindo o desempenho de cada um, e muitas vezes colocando a mão na massa, como por exemplo ensinar como fazer. Também precisa criar procedimentos diários em conjunto com seus colaboradores para que as rotinas aconteçam de forma harmônica.

A riqueza do trabalho de síndica profissional está na diversidade de informações que é preciso buscar. Doses de arquitetura, engenharia, direito, psicologia, contabilidade, administração, gestão de pessoas são fundamentais para o desenvolvimento do trabalho, de uma pessoa que precisa ter visão de limpeza e também de recuperação de ferragens, ter conhecimento para fiscalizar o trabalho de funcionários que desempenham funções dentro do condomínio e acompanhar de perto o reforço de uma estrutura comprometida pela corrosão.

O respeito pela função vem de quem entende realmente a grande responsabilidade em cuidar de estruturas de concreto e de pessoas. É preciso cuidar do lar de pessoas e das relações que derivam do viver em condomínio. E no fim, o que é mais importante é preservar com certeza a confiança que os moradores depositam no síndico. E a confiança se conquista lentamente, a cada dia e a cada problema resolvido, a cada previsão orçamentária acertada, a cada contratação bem-feita, mas principalmente, pela transparência da gestão.

Grace Lusa

Síndica Profissional