Um dos principais motivos em optar por morar num condomínio é o sentimento de segurança que ele proporciona. Individualmente cada morador deve contribuir para a segurança do condomínio por meio de ações preventivas, atitudes e comportamentos. Bem como cumprir o que está na lei e na normatização do condomínio.

A segurança do lar é de responsabilidade das pessoas que nele residem. Porém fique atento a negligência com a segurança do seu apartamento e os riscos à integridade da sua família. Lembre-se que prevenir é melhor do que remediar. Portanto adote medidas eficientes e eficazes para garantir a segurança.

Portas e fechaduras

As portas devem ser sólidas e dotadas de fechaduras com tecnologia tetra ou outra que dificulta a ação dos malfeitores. Instale olho mágico de 180° ou micro câmera para visualizar a parte externa.

A iluminação da parte externa deve ser controlada da parte interna do lar. Instale dispositivo que permita o controle da abertura da porta. Isto pode conter uma entrada indesejada. A porta deve permanecer fechada mesmo quando o retorno for rápido.

Evite deixar a chave escondida junto à porta. O malfeitor também conhece essa prática. A comunicação com a portaria é fundamental para situações de emergência e não só de segurança. Mantenha o interfone em perfeito funcionamento e tenha o número da portaria e da empresa que faz a segurança escrito em local conhecido dos familiares e no celular.

A comunicação entre vizinhos

A comunicação com vários vizinhos também é uma solução. A instalação de sirenes e luzes e de campainha sem fio entre apartamentos, são medidas que salvam vidas. Outro recurso é a instalação de botão de emergência em pelo menos dois lugares do apartamento, para acionamento da portaria ou da empresa de segurança.

A instalação de sistema de alarme e de câmeras que geram imagens que possam ser visualizadas por celular também aumenta o nível de segurança, assim como saber quem são seus vizinhos.

Como melhorar a segurança do lar

Se o seu lar se localiza no primeiro ou segundo andar do edifício, verifique as facilidades de se alcançar as suas janelas, adotando medidas corretivas.

dotando medidas corretivas. Atenção também se suas janelas ficam nas proximidades de espaços desabitados, neste caso reforce a segurança. No caso de ouvir sons diferentes que indiquem uma possível inclusão, proteja-se e acione a portaria ou a central de monitoramento e a polícia militar.

Se perder a chave do lar é preferível substituir a fechadura ou o cilindro. Se você comprou o imóvel troque o cilindro das fechaduras das portas de entrada e não deixe a chave da sua casa na portaria.
Acompanhar a execução dos serviços é uma das medidas preventivas. Mas também os objetos de valor podem ser guardados e trancados.

Garagem

Nunca deixe seu veículo aberto quando ele estiver estacionado na garagem, e pertences de valores ou bolsas devem ser ocultados no interior do veículo. Capacetes e outros bens devem ser fixados na
motocicleta ou recolhidos.

O que indica que malfeitores estão agindo no seu condomínio

Pessoa desconhecida que não foi anunciada pela portaria ou que está acionando todas as campainhas de seus vizinhos, ou forçando a porta, como também a pessoa desconhecida acompanhada de um funcionário do condomínio, sem a prévia comunicação, ou até um funcionário pedindo para você descer na portaria sem motivo justo.

Autor:

Wlauber Robson
Especialista em gestão de segurança de Condomínios.

Acompanhe nossas redes sociais:

@condomeeting

@revistasoaquicondominios

Ver mais matérias condominiais: Veja o que encontramos nesse condomínio e se surpreenda 

E mais:  https://condomeeting.com.br/seguranca-e-o-manual-do-morador/

Nossos vídeos no canal condtv.com.br – https://www.youtube.com/watch?v=TiSRB0fHLgo&t=129s

E mais: https://condomeeting.com.br/impacto-da-norma-inspecao-em-edificios/

Também: https://condomeeting.com.br/o-que-faz-um-concierge-condominial/

Nova: https://condomeeting.com.br/o-que-mudou-na-rotina-dos-moradores-de-condominios/

Você sabia? https://condomeeting.com.br/destituicao-ou-inclusao/