fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Artigo

Edifício corporativo em Curitiba é o 1º do mundo a gerar toda a água que consome
Arquitetura e Sustentabilidade

Edifício corporativo em Curitiba é o 1º do mundo a gerar toda a água que consome 

O edifício corporativo Eurobusiness, em Curitiba-PR, recebeu em 2019 a certificação LEED Zero Water e foi reconhecido pelo US Green Building Council (USGBC) como o 1º do mundo a se tornar autossuficiente na geração da água que consome. Para obter independência do abastecimento fornecido pela concessionária pública, o prédio utiliza várias fontes alternativas de água, que incluem aproveitamento de água da chuva, água proveniente da condensação do ar-condicionado, poço artesiano e tratamento de águas cinzas e negras.

Com 14 andares, o prédio trata 100% de suas águas residuais (cinzas e negras), através de um wetland (zona de raízes) localizado em seu telhado. As águas residuais tratadas são posteriormente reutilizadas para descarga nos vasos sanitários e o excedente é infiltrado no solo. Por isso, nenhum produto químico é usado no processo de tratamento. Já a água potável utilizada no edifício vem do poço artesiano instalado no local. Isso permite que a água proveniente da rede pública sirva apenas como fonte de reserva.

O Eurobusiness foi projetado para usar apenas 55% da água fornecida pela concessionária. Porém, o aprimoramento dos sistemas alternativos – uma exigência para que obtivesse o selo LEED Zero Water – fez com que a autonomia da edificação aumentasse ano a ano. Em 2017-2018, a rede pública forneceu apenas 18% da água consumida pela edificação; em 2018-2019, esse percentual caiu para 10%.

Tecnologia gera economia de 650 mil reais por ano ao condomínio do Eurobusiness

Além do aproveitamento da água, o edifício tem 38 painéis fotovoltaicos, que auxiliam na redução de consumo de energia da rede elétrica convencional. A tecnologia adotada na construção do Eurobusiness gera economia de 650 mil reais por ano ao condomínio, que conta com 62 unidades comerciais, de 110 a 350 m². O aparato não atende apenas edifícios corporativos, mas também está disponível para empreendimentos residenciais, que têm um consumo de água ainda mais elevado e geram mais águas cinzas, provenientes da lavagem de roupas e banhos. Uma das inovações do Eurobusiness é o armazenamento de água da chuva no telhado. Para liberar espaço na garagem, o telhado foi transformado em uma piscina com capacidade para receber lamina d´água com 11 centímetros de espessura.

US Green Building Council (USGBC) (via assessorial de imprensa)

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

Foto: Petinelli

Related posts

3 Comments

  1. Como o síndico é avaliado? - Condomeeting

    […] Confira também: Edifício corporativo em Curitiba é o 1º do mundo a gerar toda a água que consome […]

  2. Carnaval x condomínios: como se proteger de possíveis problemas com os blocos de rua - Condomeeting

    […] Confira também: Edifício corporativo em Curitiba é o 1º do mundo a gerar toda a água que consome […]

  3. Você sabe o que significa um síndico 5 Estrelas? - Condomeeting

    […] Confira também: Edifício corporativo em Curitiba é o 1º do mundo a gerar toda a água que consome […]

Deixe uma resposta

Required fields are marked *