As normas tributárias não trazem redações simples, de fácil intepretação. Por outro lado, isto não isenta os condomínios do cumprimento das obrigações fiscais e tributárias. Sim, condomínios pagam tributos, uma vez que contratam empresas de limpeza, pessoas físicas etc.

A Receita Federal e a Previdência Social dispõem de mecanismos de cruzamentos de informações que estão cada vez mais precisos. A partir de junho de 2021 os condomínios passaram a ser obrigados à entrega da Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, a EFD-Reinf, em complemento ao eSocial. 

Porém não estamos falando de uma obrigação nova, e sim, uma nova declaração. Antes desta declaração, a análise das notas fiscais com retenções (antecipações) de tributos já estava e continua em vigor, e eu como Auditora Contábil Condominial, infelizmente vejo continuamente a falta de análises e o correto pagamento de tributos. 

_________________________________________________________________________________________________________________

Talvez você tenha interesse:

_________________________________________________________________________________________________________________

Dessa forma, o papel da Auditoria é constatar não conformidades via documentos e fazer recomendações do que precisa ser feito; este papel é muito diferente da atuação da Receita Federal, que é quem fiscaliza o cumprimento da Legislação. 

Antes a Receita Federal contava com fiscais, de fato um pequeno contingente para fiscalizar os condomínios, contudo, desde a instalação do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital em 2007, a Receita Federal passou a contar com “fiscais digitais”, no cruzamento de informações de quem presta o serviço (empresa de limpeza) e de quem toma o serviço (tomador dos serviços – o condomínio), através do envio das Declarações fiscais.

Quando o condomínio não dispuser de Auditoria Preventiva mensal é recomendado que tenha pelo menos uma Auditoria Tributária anualmente, haja vista, se houver erro de retenção de tributos e/ou de declarações (nem que seja de uma empresa), o condomínio já terá em 12 meses, 12 erros na nota fiscal, além da necessidade do acompanhamento das alterações das Legislações. 

É importante verificar o escopo dos serviços com a Contabilidade/Administradora, pois, condomínios são obrigados por Lei a cumprir as obrigações tributárias e não é porque as contas estão aprovadas e as certidões foram emitidas, que o condomínio está em conformidade nesta área, que necessita de verificação (auditoria), uma vez que quem executa, (contabilidade/administradora), não devem auditar o seu próprio serviço.

Michele Lordelo | Auditora – CEO do Grupo Lordelo