Após moradores desconfiarem da prestação de contas de um condomínio no Paraná, foi constatado desvio de montante por meio do ex-síndico. Após sua prisão, a defesa alegou que o suspeito não apresentava mais risco, dessa forma, foi solto.