Está em trâmite na Comissão de Constituição e Justiça, da Câmara dos Deputados, um projeto de lei que visa tornar obrigatória a figura de um advogado nos atos constitutivos dos condomínios. A medida visa tornar o mercado mais justo aos profissionais.